Arquivo para junho, 2008

Critica de Filme – Os Simpsons

Posted in Critica de filme on 30 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

Os Simpsons - O Filme O filme da família mais hilária do mundo demorou a sair, mas saiu, e você? Assistiu?

Mas que um desenho, os Simpsons retratam muito em a família norte americana, e por que não, a brasileira também?

Como sempre Homer se mete em confusão e toda a família está envolvida na trama, bem como quase todos os personagens da história que passa na TV e essa você deve até conhecer.

Cenas engraçadas, tiradas fantásticas, e uma musica do Porco Aranha que faz você rir muito com a cena. E tudo porque querem proteger um lago da poluição….

Os Simpsons deveria ter um filme por ano, por mais que seja complexo fazer isso para Matt Groening, mas nós fãs iríamos adorar.

Assista e se divirta.

Critica de Filme – Os Simpsons

Posted in Critica de filme on 30 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

Os Simpsons - O Filme O filme da família mais hilária do mundo demorou a sair, mas saiu, e você? Assistiu?

Mas que um desenho, os Simpsons retratam muito em a família norte americana, e por que não, a brasileira também?

Como sempre Homer se mete em confusão e toda a família está envolvida na trama, bem como quase todos os personagens da história que passa na TV e essa você deve até conhecer.

Cenas engraçadas, tiradas fantásticas, e uma musica do Porco Aranha que faz você rir muito com a cena. E tudo porque querem proteger um lago da poluição….

Os Simpsons deveria ter um filme por ano, por mais que seja complexo fazer isso para Matt Groening, mas nós fãs iríamos adorar.

Assista e se divirta.

Trânsito em SP

Posted in Sem categoria on 20 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

SP a tarde Todos os dias a mídia fica falando do transito na cidade de São Paulo.
A prefeitura está tentando de tudo que é jeito consertar isso, mas o problema também está no povo.
Perceba como as pessoas dirigem, como estacionam.
Na porta do serviço cabem três carros, chego primeiro, paro na frente e sobram duas vagas grandes.
As vezes alguém chega antes de mim e para na primeira vaga, só que para trás, e ai o terceiro carro fica quase na esquina. Se o cara para direito, cabem os três.
Do outro lado da rua, a guia é alta e da para estacionar no quarteirão todo, só que todo dia vejo um carro chegar e parar bem distante do da frente, ou seja, ele pensa na hora dele sair, fica mais fácil, mas não pensa que o meio metro que ele se livrou vai atrapalhar outras pessoas.
Comece a notar isso, bem como a quantidade de carros com uma única pessoa dentro, ou então a quantidade de carro velho quebrado no meio do caminho.
Fiquei por quatro anos indo e vindo todo santo dia pela avenida 23 de maio, e todo dia havia ao menos uma Kombi, uma Variant, uma Brasília quebrada. É isso que a prefeitura tem que resolver, tirar esses carros da rua, eles nem licenciamento pagam.
O jeito é fazer aerovias, fazer São Paulo ter um anel viário aéreo e ai sim as coisas vão melhorar, ou então proibir os carros de placas de 0 a 9 de rodarem ;0)

Trânsito em SP

Posted in 1 on 20 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

SP a tarde Todos os dias a mídia fica falando do transito na cidade de São Paulo.
A prefeitura está tentando de tudo que é jeito consertar isso, mas o problema também está no povo.
Perceba como as pessoas dirigem, como estacionam.
Na porta do serviço cabem três carros, chego primeiro, paro na frente e sobram duas vagas grandes.
As vezes alguém chega antes de mim e para na primeira vaga, só que para trás, e ai o terceiro carro fica quase na esquina. Se o cara para direito, cabem os três.
Do outro lado da rua, a guia é alta e da para estacionar no quarteirão todo, só que todo dia vejo um carro chegar e parar bem distante do da frente, ou seja, ele pensa na hora dele sair, fica mais fácil, mas não pensa que o meio metro que ele se livrou vai atrapalhar outras pessoas.
Comece a notar isso, bem como a quantidade de carros com uma única pessoa dentro, ou então a quantidade de carro velho quebrado no meio do caminho.
Fiquei por quatro anos indo e vindo todo santo dia pela avenida 23 de maio, e todo dia havia ao menos uma Kombi, uma Variant, uma Brasília quebrada. É isso que a prefeitura tem que resolver, tirar esses carros da rua, eles nem licenciamento pagam.
O jeito é fazer aerovias, fazer São Paulo ter um anel viário aéreo e ai sim as coisas vão melhorar, ou então proibir os carros de placas de 0 a 9 de rodarem ;0)

Stress de patricinha

Posted in Sem categoria on 13 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

E o caso das duas patricinhas que saíram de São Paulo para viver uma aventura teen em outro lugar? A menina dando entrevista “Poxa, ta difícil viver em São paulo, é muita correria, muito stress, to cansada, tava em outro lugar, procurando emprego para viver em BUENOS AIRES”.
Assim, Buenos Aires é menos corrido que São Paulo???? Acho que na América do Sul só São Paulo tem mais movimento que la.Pattys a beira de um ataque ne nervos
E no resto da entrevista, quando ela se contradisse “o lance era fazer cosias novas, em SP não tem o que fazer, aqui é parado quando quero fazer algo”. É deve ser mesmo entediante ir no shopping Iguatemi todos os dias, almoçar fora todos os dias, fazer compras na Daslu, ir para a balada todos os dias, pois segundo ela “dinheiro não era o importante, isso eu tinha, precisava ter aonde ir”. Se eu tivesse um quinto do que essa menina tem eu teria feito muitas coisas, para mim, minha família e meus amigos.
É difícil entender o que leva uma menina de 15 anos achar que a vida já não tem graça, com 15 anos ia para o colégio, ralava estudando, jogava bola todo dia, trabalhava inclusive aos finais de semana, não era nada entediante, muito pelo contrario, de tanto que aproveitei eu sinto falta dessa época.
É…. com dinheiro na mão o povo não sabe o que fazer e fala que aqui não tem o que fazer, ajuda alguma obra social, ajuda quem precisa, garanto que alem de fazer o bem, você vai se divertir também.

Stress de patricinha

Posted in 1 on 13 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

E o caso das duas patricinhas que saíram de São Paulo para viver uma aventura teen em outro lugar? A menina dando entrevista “Poxa, ta difícil viver em São paulo, é muita correria, muito stress, to cansada, tava em outro lugar, procurando emprego para viver em BUENOS AIRES”.
Assim, Buenos Aires é menos corrido que São Paulo???? Acho que na América do Sul só São Paulo tem mais movimento que la.Pattys a beira de um ataque ne nervos
E no resto da entrevista, quando ela se contradisse “o lance era fazer cosias novas, em SP não tem o que fazer, aqui é parado quando quero fazer algo”. É deve ser mesmo entediante ir no shopping Iguatemi todos os dias, almoçar fora todos os dias, fazer compras na Daslu, ir para a balada todos os dias, pois segundo ela “dinheiro não era o importante, isso eu tinha, precisava ter aonde ir”. Se eu tivesse um quinto do que essa menina tem eu teria feito muitas coisas, para mim, minha família e meus amigos.
É difícil entender o que leva uma menina de 15 anos achar que a vida já não tem graça, com 15 anos ia para o colégio, ralava estudando, jogava bola todo dia, trabalhava inclusive aos finais de semana, não era nada entediante, muito pelo contrario, de tanto que aproveitei eu sinto falta dessa época.
É…. com dinheiro na mão o povo não sabe o que fazer e fala que aqui não tem o que fazer, ajuda alguma obra social, ajuda quem precisa, garanto que alem de fazer o bem, você vai se divertir também.

Mostrar o verdadeiro eu

Posted in Sem categoria on 12 de junho de 2008 by Ronaldo Fernandes

Eu sou leitor da revista Rolling Stone e sempre posto algo aqui que leio la. Até o momento não li a atual e me deparei com a seguinte capa:

Olhei e achei “Putz, colocaram o NX Zero imitando o Red Hot Chili Peppers” (sim o Red Hot foi capa nu da edição americana da revista em 1993) mas ai li na Internet que eles fizeram essa capa para mostrar como eles são por “dentro”, ou seja, deixando cair por terra tudo que os outros a olharem para nós vêem de uma forma que não é a correta. Não li a matéria, depois até comento.
O post aqui é para falar disso, as vezes as pessoas nos olham com olhares tão malignos que por mais que a gente sorria a pessoa só vê coisas erradas.
Você já se imaginou nu e mostrando para as pessoas quem realmente você é? É muito difícil, pois as vezes temos que ocultar algo de alguém, ou então dar um sorriso amarelo pelo simples fato de não poder ser realista.
Uma vez uma tia minha virou para minha mãe e disse “O Ro ta ficando cada vez mais forte” na hora respondi “forte né? Ta me chamando de gordo que to entendendo” claro que apanhei de minha mãe, mas na “mentira sincera” da minha tia eu soltei uma verdade e sofri com isso, e muitas vezes mais fiz isso.
Mas é bom a gente ser real, quer atuar? Vai para a tv ou teatro, a gente tem que sempre se mostrar simples de coração, pois ai as pessoas vão conhecer a nossa essência.